DF e GO terão plano de combate a assassinatos de jovens negros


O plano "Juventude Viva", programa de prevenção à violência contra jovens negros, chega ao DF, dia 30 de agosto, por meio de acordo de cooperação assinado entre gestores do governo federal, distrital e municípios de Águas Lindas de Goiás, Formosa, Luziânia, Novo Gama e Valparaíso de Goiás, regiões do Entorno do DF. De acordo com o secretário-adjunto de Desenvolvimento da Região Metropolitana, Arquicelso Bites, o projeto não pode se aplicar apenas ao DF. A população da região metropolitana também precisa ser beneficiado com o plano. 
Durante a reunião na última sexta-feira (9), em Brasília, os representantes das três esferas de governo definiram também uma agenda de encontros para debater ações conjuntas que serão realizadas nesses cinco municípios. Eles estão entre os 132 prioritários para receber o Plano. 
ESTATÍSTICA 
Os dados de 2010 fornecidos pelo Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM) dos municípios do Entorno são alarmantes. Em Águas Lindas de Goiás, 69% do total de vítimas de homicídio eram de jovens, sendo que 100% dos jovens assassinados eram negros.
No Novo Gama, os jovens foram 61,70% do número de mortos, e o município também apresenta o preocupante dado de 100% de negros entre os jovens assassinados. 
Em Formosa, 59,09% dos assassinados eram jovens, e desses, 80,76% eram negros. Enquanto em Luziânia, 65,48% eram jovens, e 97,29% eram negros. Os jovens de Valparaíso de Goiás foram 69,14% das vítimas de homicídio, e dentre eles, 89,23% eram negros.
Cada representante municipal se comprometeu a identificar, dentro de seu município, os territórios que mais precisam do Plano Juventude Viva, e definir com o governo local quais áreas devem ser priorizadas para receber os equipamentos públicos e as ações previstas. 
Os mapas de Identificação de Localidades e Famílias em Situação de Vulnerabilidade foram apresentados como ferramentas que irão auxiliar no processo, pois apresentam dados georreferenciados sobre os homicídios em todo o país.