Operação prende pelo menos cinco pessoas por tráfico de drogas

 Entre os presos estão dois vereadores, de Valparaíso e Luziânia. No total, 25 mandados devem ser cumpridos         
Pelo menos sete pessoas foram presas nesta manhã de quinta-feira (1°/8) durante a Operação Pampas Pharma, contra o tráfico de drogas no Entorno e no Distrito Federal. Entre os suspeitos há dois vereadores, um de Valparaíso e outro de Luziânia, além de um secretário municipal do Novo Gama. No total serão devem ser cumpridos 25 mandados de prisão e de busca e apreensão, 20 deles em Goiânia.
Pimentel (E) foi preso por posse ilegal de arma; Aderbal (D) foi flagrado também por venda de medicamentos proibidos (Mara Puljiz/CB/DA Press)
Pimentel (E) foi preso por posse ilegal de arma; Aderbal (D) foi flagrado também por venda de medicamentos proibidos

O vereador de Valparaíso, Ubirajara Dias de Alcântara (PTdoB), foi o primeiro a chegar à delegacia. Conhecido na região também como Ubiracel, ele foi preso preventivamente por tráfico e associação para o tráfico. Segundo agentes da PF, ele foi encontrado embaixo da cama, na residência dele. “Vim porque me trouxeram para cá. Não acharam nada na minha casa”, alegou.

O secretário municipal do Novo Gama, José Franco Pimentel, foi preso em flagrante por posse ilegal de arma, uma pistola calibre .380. Já o vereador de Luziânia, Aderbal João de Jesus, foi flagrado por posse ilegal de arma e venda de medicamentos proibidos na farmácia dele, na cidade goiana. Segundo os investigadores, o grupo fazia parte de uma organização criminosa, que atuava no comércio de entorpecentes nessas regiões. Há indícios de fornecedores de drogas ilícitas em Rondônia, Mato Grosso do Sul e Foz do Iguaçu.

A operação, que investiga o caso há pelo menos um ano, é uma ação conjunta entre a Coordenação de Repressão às Drogas (CORD) da Polícia Civil do DF e da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE) da Polícia Federal. As medidas judiciais foram expedidas pela 2ª Vara de Entorpecentes de Brasília. Cerca de 100 policiais e 30 viaturas estão envolvidos na operação.