Vereador Pábio Mossoró cobra a retomada de obras das creches

Vereador Pábio Mossoró cobra a retomada de obras das creches e solicita informações a respeito de processo licitatório


Na última sexta-feira, dia 06 de novembro, em sessão realizada na Câmara Municipal, o requerimento de nº 227/2015, de autoria dos vereadores Pábio Mossoró (PSDB) e do Dr. Marcus Vinícius (PTdoB), que requeria cópias de toda a documentação referente ao processo licitatório, bem como, do contrato da empresa responsável pela construção das creches dos bairros: Valparaíso II, Parque Esplanada V e Anhanguera, foi rejeitado em única discussão por oito (8) votos a quatro (4).

Votaram a favor do requerimento a vereadora Ângela Pessoa (PSC), seu colega de base governista, o vereador Pastor Idelfonso (PSC), e os vereadores oposicionistas Dr. Marcus Vinícius (PTdoB) e Pábio Mossoró (PSDB). O vereador Afrânio Pimentel (PR) que também faz oposição ferrenha ao governo da prefeita Lucimar Nascimento (PT) esteve ausente da votação por motivos particulares. Mas, sabe-se que a intenção do legislador era seguir o exemplo e o voto favorável a transparência de seus colegas de Assembleia Legislativa. 

Veja quem votou a favor e quem votou contra.

Nota-se que de treze (13) vereadores apenas quatro (4) deles não abriram mão do papel de fiscalizadores das obras públicas paralisadas. Eles tiveram seus pedidos que exigiam informações e esclarecimentos por parte da Prefeitura Municipal negados.

Enquanto isso, obras seguem abandonadas no município de Valparaíso de Goiás, e a população é privada de receber explicações importantes sobre os motivos que travaram a construção de tantas creches. E, muitas crianças e pais, como não poderia ser diferente, seguem prejudicados com a falta de CMEIS na cidade.

Vale a pena informar que, as creches já deveriam estar em funcionamento. Contudo, devido ao atraso da construtora responsável, as obras não foram concluídas e entregues aos cidadãos.

Em matéria publicada em julho no site G1, a Secretaria Municipal de Obras informou que, até o fim do ano, as creches ficariam prontas. O Órgão só esqueceu-se de informar em qual ano.