Major: "PM pode parar se Marconi continuar perseguindo policiais"

O deputado estadual Major Araújo (PRP) afirmou na última quinta-feira, 19, que a possibilidade de paralisação por parte da Polícia Militar é real, em razão da perseguição que associações de policiais e que os próprios PMs vêm sofrendo por parte do governo, como retirada de direitos, redução de efetivo e congelamento de promoções

“O que não faltam são razões para que a Polícia Militar pare. Este governo escolheu os policiais e os servidores públicos como seu pior inimigo neste quarto mandato, mas os policiais não aceitam mais a forma como são tratados pelo governador Marconi Perillo. Se a perseguição contra os militares continuar, podem ter certeza, que a PM irá parar”, afirmou.